Kilamba24horas

Moradores do Y-18 e X-9 denunciam vazamento de águas de fossa e pedem solução urgente

 Moradores do Y-18 e X-9 denunciam vazamento de águas de fossa e pedem solução urgente

Os moradores da Centralidade do Kilamba, especificamente das áreas ao redor dos prédios Y-18 e X-9, estão enfrentando sérios problemas de saneamento. As águas da fossa têm escorrido pelo asfalto, criando um cheiro nauseabundo e preocupações com a saúde pública. O problema é particularmente grave nas proximidades da escola localizada entre os dois quarteirões.

Em entrevista ao KILAMBA 24 HORAS, os moradores expressaram sua frustração com a situação e questionaram a inação das autoridades locais. “Os governantes e os senhores dos Lexus, quando passam por aqui, veem isso como belezas naturais ou as sete maravilhas do Kilamba, se não mesmo de Angola?”, indagou João Pedro, um dos moradores afetados.

Maria Silva, outra moradora da área, comentou: “É inacreditável que algo assim esteja acontecendo bem na frente de uma escola. O cheiro é insuportável e estamos preocupados com a saúde das crianças e dos moradores. Precisamos de uma solução urgente para esse problema”.

Carlos Almeida, que mora no X-9, acrescentou: “Estamos vivendo uma situação de completo descaso. As águas de fossa escorrendo pelo asfalto não só danificam a via, mas também representam um risco sério à saúde pública. Não podemos continuar assim”.

Os moradores estão clamando por uma intervenção imediata da Administração do Distrito Urbano do Kilamba para resolver o problema das águas de fossa e garantir condições sanitárias adequadas. A comunidade exige uma ação rápida para proteger a saúde e o bem-estar de todos os residentes da Centralidade do Kilamba.