Kilamba24horas

Moradores do Bairro Camama II pedem a criação de projectos sociais na localidade

 Moradores do Bairro Camama II pedem a criação de projectos sociais na localidade

Os moradores do Bairro Camama II, Distrito Urbano do Cabolombo, ressentem até hoje, da falta projectos sociais na localidade, com destaque para bancos comerciais, facilidade no transporte e lojas.

Os moradores queixam-se da falta de escolas, hospitais, postos ou esquadras policiais e estradas, informações dadas em uma reunião de ascultação com o Administrador do Distrito Urbano de Cabolombo, João de Deus Nduwa.

Os habitantes  queixam-se, ainda, do facto de as redes de telefonia móvel e Internet apresentarem problemas em practicamente em toda a região, tornando a comunicação muito difícil.

Para ter acesso as agências bancárias, os moradores são obrigados deslocar-se ao até a Via Expressa, cerca de cinco quilómetros, onde estão concentrados vários balcões das instituições bancárias.

José da Silva, residente há cerca de um ano e meio na Zona dos Cajueiros, lamenta o facto de os moradores não vislumbrarem, até ao momento, nenhuma solução para a difícil situação que enfrentam, isto é, nenhum tipo de projectos sociais na localidade.

De informar ainda que os residentes destacaram ainda a necessidade de melhorias na distribuição de água e fornecimento de electricidade, além da urgência na construção de uma escola pública, vais de acesso e preocupações com os serviços de saúde.

Em tom de incentivo, João de Deus Nduwa disse que as questões levantadas serão resolvidas.