Kilamba24horas

Moradores da Centralidade do Kilamba defendem autarquias para melhorar infraestruturas

 Moradores da Centralidade do Kilamba defendem autarquias para melhorar infraestruturas

Os moradores da Centralidade do Kilamba acreditam que a implementação das autarquias é a única maneira de melhorar as condições de infraestrutura da região, argumentando que a administração atual não tem sido eficaz em resolver os inúmeros problemas que afligem a comunidade. Desde questões de criminalidade até saneamento básico, muitos residentes sentem que a Centralidade tem sido negligenciada e está em constante deterioração.

Em entrevistas com o KILAMBA 24 HORAS, diversos moradores expressaram suas preocupações e esperanças em relação às autarquias. João Mendes, residente do Quarteirão H, comentou: “A situação do Kilamba está cada vez pior. A administração local não tem conseguido resolver os problemas básicos, e a criminalidade só aumenta. As autarquias podem trazer uma nova esperança para nossa Centralidade.”

Outra moradora, Ana Silva, do Quarteirão L, enfatizou a importância de uma gestão mais local: “Nós precisamos de uma administração que esteja mais próxima da comunidade e que entenda nossas necessidades. Acredito que as autarquias podem nos proporcionar isso, melhorando a infraestrutura e a qualidade de vida no Kilamba.”

Maria Fernandes, residente do Quarteirão S, compartilhou sua frustração: “Estamos cansados de esperar por melhorias que nunca chegam. As ruas estão esburacadas, a iluminação pública é precária e o saneamento é um caos. As autarquias podem ser a solução para finalmente vermos nossa Centralidade brilhar como deveria.”

Os moradores da Centralidade do Kilamba estão ansiosos por uma mudança que traga uma gestão mais eficiente e que priorize as necessidades da comunidade. Eles esperam que a implementação das autarquias possa trazer a tão esperada transformação e desenvolvimento para a região, garantindo um futuro mais próspero e organizado para todos.