Kilamba24horas

Nenhum iate (de Jeff Bezos) vai passar debaixo da ponte

 Nenhum iate (de Jeff Bezos) vai passar debaixo da ponte

A construtora de iates neerlandesa de iates – que iria construir o maior veleiro do mundo – retirou o pedido para que a cidade de Roterdão desmontasse uma ponte histórica por forma a que o veículo pudesse passar.

A polémica começou com o passageiro, que é um dos homens mais ricos do mundo. Jeff Bezos contratou a empresa Oceanco para construir um iate com 127 metros de altura. Por forma a que o CEO da Amazon pudesse seguir o seu roteiro e chegar ao Mar do Norte, entre as costas da Noruega e Dinamarca, a empresa submeteu um pedido à Câmara Municipal de Roterdão, nos Países Baixos.

A informação foi avançada pela publicação neerlandesa Trouw, que teve acesso aos registos nos quais a empresa retira o seu pedido, que se tornou polémico nas redes sociais.

“Na sequência do pedido, os funcionários sentem-se ameaçados e a empresa receia que haja atos de vandalismo”, lê-se na publicação.

De acordo com a mesma publicação, não é conhecido onde vai ser terminado o iate.

A câmara aceitou o pedido, admitindo que a ponte fosse desmontada, mesmo depois de, em 2017, ter sido reconstruída e a promessa de não voltar a realizar obras tenha sido feita pela autarquia.  “O risco de danos na estrutura deva ser reduzido a quase zero porque o trabalho será feito por profissionais, o risco estará sempre presente”, afirmou, no início de fevereiro, um dos representantes.