Kilamba24horas

Moradores do Bairro Bita Vila Flor clamam por serviços básicos

 Moradores do Bairro Bita Vila Flor clamam por serviços básicos

Os moradores do Bairro Bita Vila Flor, pertecente ao Distrito Urbano do Kilamba, clamam pelo abastecimento de água potável, fornecimento de energia eléctrica, aumento da rede escolar, reabilitação de vias de comunicação rodoviária.

Falando aos jornalistas do KILAMBA 24 HORAS, no âmbito da visita de ascultação do Administrador do Kilamba Hélio Aragão ao local, os moradores informaram que a maior parte destes serviços são fornecidos, principalmente, pelo sector privado e a preços altos.

O morador Jamba Ferreira referiu que uma cisterna de 30 mil litros custa entre 38 mil a 40 mil Kwanzas, enquanto uma vasilha de 20/25 litros é adquirida a 100/150 Kwanzas.

Já um contrato domiciliar junto a um agente privado é feito entre 90 mil/100 mil Kwanzas e mensalmente paga quatro mil Kwanzas, sujeito a cortes depois de dois meses de atraso, segundo a moradora do Manuela dos Prazeres.

A moradora Edivalda Gonçalves fez saber que em muitos casos a água fornecida pelo caminhões cisternas é salubre, prejudicial a saúde humana, e a energia com qualidade abaixo do normal ( 220 MVA) e com cortes constantes, principalmente à noite devido a subcarga.

Os municipes falam ainda do estado acentuado de degradação das vias do Bairro Bita Vila Flor, sem esquecer que os serviços de táxi são realizados por carrinhas adaptadas com bancos que percorrem vários troços.