Kilamba24horas

Moradores dão nota ao “Ano 1” do Administrador Hélio Aragão

 Moradores dão nota ao “Ano 1” do Administrador Hélio Aragão

Passado um ano desde a nomeação de Hélio Aragão como Administrador do Distrito Urbano do Kilamba, o KILAMBA 24 HORAS saiu as ruas da Centralidade para ouvir os moradores sobre o que pensam da Administração do gestor durante esse periodo.

Em conversa com vários moradores e municípes, os entrevistados destacaram os vários problemas que existem na Centralidade e que a gestão de Hélio Aragão não tem conseguido dar conta. Entre os inúmeros problemas, ressaltam a não manutenção dos esgotos, as ruas escuras, o não funcionamento dos semáforos, o capim alto em todo lado, a venda ambulante por toda a Centralidade, o lixo espalhado em todos os cantos, sem esquecer é claro a criminalidade.

Os moradores destacaram ainda a inexperiência de Hélio Aragão na gestão pública e as suas inúmeras polémicas que se meteu neste um ano de Administração. Os municípes ressaltam a detenção de uma funcionária do seu gabinete, que foi acusada de gravar conversas e depois veio a pública um suposto caso de violação.

Uma outra polémica que girou em torno do actual Administrador do Kilamba e que foi acusação que o mesmo era consumidor de cocaina, que juntou-se a mais um dos vários casos envoltos em nome do Administrador do Kilamba.

Em declarações ao nosso órgão de comunicação, eis alguns trechos dos moradores sobre o Ano 1 de Hélio Aragão na liderança do Distrito Urbano do Kilamba.

“Ele devia ter vergonha na cara, juntamente com o seu pelouro. Uma cambanda de incompetentes”, disse Nelson Figueiredo.

“Não vejo nenhum avanço, ele é um Administrador só de teoria, de práctica não tem nada. Quero ver acabarem com o matagal existente na parte traseira do edíficio Q9, ali tem tido assaltos todos os dias, os meliantes refugiam-se ali, onde está cheio de capim, virou ninho dos bandidos e é necessário que se passe lá uma máquina”, disse Lauritricia da Cruz.

“Provalvemente quando nos tornamos uma Administração orçamentada, o Administrador terá mais verbas para suprir as necessidades da Cidade do Kilamba”, disse Clinton Kundongoza.