Kilamba24horas

Consolidação táctica marca hoje último treino do Petro

 Consolidação táctica marca hoje último treino do Petro

A consolidação dos automatismos tácticos dominam, hoje, às 9h00, no campo Osvaldo Saturnino de Oliveira “Jesus”, a sessão de treino do Petro de Luanda visando o jogo frente ao Zamalek do Egipto, referente à primeira jornada do Grupo D da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol.

A preparar a deslocação para a capital egípcia, onde no sábado estreia ante o Zamalek, no Estádio Internacional do Cairo, os petrolíferos às ordens de Alexandre Santos, dão início aos trabalhos com os habituais exercícios físicos, sem descurar a vertente técnica.

De formas a não serem repetidos os erros defensivos registados no clássico com o 1º de Agosto, cujo resultado foi igualdade a uma bola, o treinador vai dedicar especial atenção aos pormenores tácticos. Segundo noticia o Jornal de Angola, com excepção de Dos Santos e Maranata Vunge, os únicos casos clínicos no plantel, o treinador português trabalha com o grosso dos jogadores.

Dos 27 disponíveis, Alexandre Santos leva 20 atletas para a empreitada com o actual segundo classificado da Liga egípcia, com 19 pontos.  A viagem do vice-campeão angolano acontece amanhã, às 14h00, apurou o Jornal de Angola, junto de Sidónio Malamba, director.

A direcção do líder do Girabola, lê-se no JD, enviou uma equipa de avanço para preparar as condições de alojamento, alimentação, transportação e recepção da caravana.
Além de preparar as condições de acomodação, a equipa de avanço do Petro de Luanda teve, também, a incumbência de recolher informações detalhadas sobre o Zamalek.

Na quarta presença na Liga dos Campeões, segunda consecutiva, o Petro de Luanda ambiciona uma participação airosa, que visa o apuramento para os quartos-de-final da competição.
Estando nos “quartos”, jogadores e corpo técnico elevam a fasquia, que passa pela disputa das meias-finais e, quiçá, a final.

Integrado no Grupo D, com as equipas do Wydad de Casablanca (Marrocos), Zamalek Sporting Club (Egipto) e Sagrada Esperança (Angola), o Petro de Luanda foca os seus intentos nos dois primeiros lugares do agrupamento, de modo a garantir presença nos quartos-de-final.

Para “Operação Zamalek”, fazem parte dos trabalhos de preparação, Wellington, Mualucano, Dominique, Vicente e Beny (guarda-redes); Kelson, Pedro Pinto, Vidinho, Eddie Afonso, Mindinho, Diógenes, Tó Carneiro, Kinito e Pedro (defesas); Benvindo, Soares, Megue, Ito, Dany e Maya (médios); Yano, Tiago Azulão, Gleison, Sérgio Santos, Job, Jaredi, Anderson Cruz, Figueira e Érico Castro (avançados).